Projeto Missão 360

Projeto Missão 360

A proteção do meio ambiente e o consumo sustentável são dois temas com os quais a sociedade se tem vindo a preocupar cada vez mais. Produção e consumo sustentáveis, reciclagem, limpeza dos oceanos, são exemplos de questões basilares e atitudes que se têm vindo a incutir nas gerações mais jovens e às quais a DGE tem dado bastante relevância através dos projetos que acompanha.

Procura-se promover um maior envolvimento dos jovens na proteção do ambiente e incentivar a um consumo sustentável através do desenvolvimento de atitudes e de mudanças de comportamentos conforme preconizado na Estratégia Nacional de Educação para Cidadania e no Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória.

A Associação da Indústria Papeleira (CELPA), em parceria com a Direção-Geral da Educação, a Agência Portuguesa do Ambiente e a Sair da Casca, desenvolveu durante este ano letivo um projeto de sensibilização ambiental tendo como público alvo crianças e jovens do 1.º e 2.º ciclos do ensino básico. 

No âmbito da Missão 360, realizou-se um projeto piloto, envolvendo mais de 1250 alunos e 120 docentes, nos concelhos de Viana do Castelo, Vila Velha de Ródão, Aveiro, Figueira da Foz, Constância, Torres Novas e Setúbal, onde se trabalhou o tema da economia circular. 

Em cada concelho, os alunos das escolas circundantes, inscritas no projeto Missão 360, tiveram a oportunidade de, através das empresas associadas da CELPA – Altri, DS Smith, Navigator e RENOVA –, realizar visitas às estações de biodiversidade, viveiros e instalações fabris com o objetivo de lhes serem transmitidos conhecimentos específicos sobre a (re)utilização responsável de diferentes bens de consumo, despertando, assim, para práticas de consumo responsável. Pretendeu-se, igualmente, fazer uma sensibilização ao conceito de economia verde e à necessidade de adotar processos de produção ambientalmente sustentáveis. 

Na Figueira da Foz houve oportunidade de as escolas inscritas (cerca de 100 alunos) visitarem, por exemplo, a Quinta do Furadouro que, desde o século XII, conserva viveiros para a produção de eucaliptos.

Em Setúbal realizaram-se visitas à Herdade de Espirra onde os jovens tiveram a possibilidade de conhecer mais de 30 espécies florestais e mais de 130 espécies ornamentais e arbustivas.

O Dia Mundial do Ambiente – dia 5 de junho – foi comemorado com a visita à fábrica da RENOVA onde foi possível conhecer todo o processo de produção da indústria papeleira e perceber de que modo se integra no conceito de economia circular.

Para mais informações sobre o Projeto Missão 360, aceda a http://missao360.com/