Está aqui

Jovens Investigadores, estudantes do Ensino Secundário ganham prémio na final europeia do European Union Contest for Young Scientists

Jovens Investigadores, estudantes do Ensino Secundário ganham prémio na final europeia do European Union Contest for Young Scientists

Três alunos do 12.º ano do Colégio Luso-Francês, Eduardo Nogueira, Francisca Martins e Gabriel Silva que representaram Portugal na final europeia do European Union Contest for Young Scientists [EUCYS], que se disputou em Tallinn, na Estónia, 22 a 27 de setembro de 2017, ganharam como prémio a participação no concurso Intel ISEF 2018 (International Science and Engineering Fair), a realizar em Pittsburgh, em maio de 2018.

A Intel ISEF (Feira Internacional de Ciência e Engenharia) é a maior competição internacional para estudantes pré-universitários do mundo, reunindo mais de 1.700 estudantes de cerca de 75 países, regiões e territórios, os quais apresentam as suas investigações, competindo por mais de 4 milhões de dólares em prémios.

Os prémios incluem bolsas de estudo e distribuem-se por 22 categorias, englobando química, biologia, robótica e muitas outras.

A Feira Internacional de Ciência e Engenharia, cuja primeira edição remonta há sessenta anos, é uma iniciativa da Society for Science & the Public, uma das mais prestigiadas organizações sem fins lucrativos em prol da ciência.

Os alunos vão concorrer com o projeto Sea Heals Soil (sheals), que iniciaram há 3 anos, no contexto do qual desenvolveram um fungicida natural à base de uma macroalga da costa portuguesa, Corallina sp., para inibir o crescimento do microrganismo (P. cinnamomi), fitopatogénico responsável pela doença-da-tinta em inúmeras espécies florestais.

A DGE felicita os Jovens Cientistas por este prémio, desejando-lhes o maior sucesso no concurso Intel ISEF 2018.