Está aqui

"OU VI VER” o Património Cultural: Uma Abordagem Transdisciplinar

"OU VI VER” o Património Cultural: Uma Abordagem Transdisciplinar

No âmbito do Ano Europeu do Património Cultural, a Direção-Geral da Educação (DGE), através da Equipa de Educação Artística (EEA), a Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) e as Direções Regionais de Cultura, em colaboração com a Empresa Municipal de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural (EGEAC) da Câmara Municipal de Lisboa, vão levar a efeito uma Ação de Formação de curta duração - “OU VI VER” o Património Cultural: Uma Abordagem Transdisciplinar, para docentes de todos os níveis de ensino e grupos de recrutamento, a nível nacional.

A referida Ação insere-se numa estratégia global de intervenção que visa colocar os alunos no centro de um debate alargado sobre os valores estético-artístico, científico e social do Património material e imaterial. Visa, através de vivências (ViVer) e mobilizando os vários saberes e sentidos (escutar-ouvir, olhar- ver-sentir), desenvolver o conceito de Património, enquanto realidade dinâmica, e abrangendo o passado o presente e o futuro.

A ideia central desta Ação focaliza-se na mobilização dos docentes, a nível nacional, procurando, por um lado, dotá-los de saberes sobre determinados sítios, monumentos, museus, paisagens, entre outros, bem como facilitar-lhes estratégias pedagógico-artísticas que incentivem e despertem nos alunos uma melhor compreensão do Património, através de abordagens multidisciplinares e transversais, cruzando os saberes técnicos, científicos e estéticos.

Pretende-se, assim, constituir uma estratégia global de intervenção que proporcione, aos docentes, metodologias que fomentem a desmultiplicação de diferentes ações em contexto de trabalho, que impliquem os alunos diretamente em situações teórico-práticas, que constituirão o leitmotiv para concretização de diversos trabalhos, em formato físico e/ ou digital.

 

A operacionalização desta ação far-se-á do seguinte modo:

  • Os docentes inscrevem-se em http://formacao.dge.min-educ.pt. Caso exista alguma dificuldade na inscrição devem contactar para formacao@dge.mec.pt
  • A primeira sessão será feita no respetivo local e constará de:
    • Apresentação das obras / coleção do Museu /sítio/ monumento, paisagens, entre outros/ e respetivo contexto social, cultural, económico e político;
    • Diálogo com os docentes para seleção de conceitos a trabalhar com os alunos.
  • A segunda sessão terá como objetivos a articulação dos conteúdos “museológicos”, de acordo com várias áreas do conhecimento, apresentando metodologias e estratégias de trabalho que impliquem a pesquisa, a reflexão, a apreciação crítica, para posterior apresentação, por parte dos alunos, em data e local a combinar.

 

Calendarização:

Região

Local

Datas

Norte

Estação Arqueológica do Freixo, Marco de Canaveses

9 maio (14:30h-17:30h) e 14 maio (14-17h)

Museu D. Diogo de Sousa, Braga

11 de maio e 2 junho (10-13h)

Paço dos Duques, Guimarães

11 maio (14h-17h) e 2 junho (15:30-18:30)

Jardim do Museu do Abade de Baçal, Domus Municipalis, Bragança

11 maio (17-20h) e 29 de maio (17h-20h)

Parque das Ribas do Douro, Museu terras de Miranda, Claustros da Sé Catedral, Miranda do Douro

7 maio (17-20h)  e 21 maio (10-13h)

Museu da Seda; Jardim de Amoreiras do Museu da Seda, Freixo de Espada à Cinta

19 maio (10-13h)  e 28 maio (15-18h)

Parque Natural do Azibo, Podence, Macedo de Cavaleiros

4 e 17 maio (17-20h)

Casa do Barco, Vila do Conde

15 e 21 maio (17-20h)

Museu das Rendas, Vila do Conde

29 de maio e 5 de junho (17-20h)

Ponte de D. Zameiro (margem sul do rio Ave, Macieira da Maia)

23 abril e 2 maio (17-20 h)

Castro de São Paio, Labruge

30 abril e 7 maio (17-20 h)

Centro

Mosteiro de Santa Clara-a-Velha, Coimbra

22 e 29 maio (14:30-17:30 h)

Sé de Castelo Branco, Castelo Branco

17 e 24 maio (14-17h)

Sé de Viseu, Viseu

16 e 23 maio (14-17h)

Lisboa

Museu do Aljube, Lisboa

9 de maio (17-20h) e 16 de maio (18-21h)

Museu Bordalo Pinheiro, Lisboa

23 e 30 maio (17-20h)

Palácio da Ajuda, Lisboa

21 e 28 maio (17-20h)

Museu do Chiado, Lisboa

4 e 11 junho (10-13h)

Alentejo

Mosteiro de Santa Maria da Flor da Rosa, Crato

17 e 18 maio (9:30 -12:30h)

Museu Nacional Frei Manuel do Cenáculo; Templo Romano; Sé de Évora, Évora

7 e 8 junho (9:30 -12:30h)

Sítio arqueológico da cidade romana de Mirobriga, Santiago do Cacém

9 e 10 maio  (9:30 -12:30h)

Algarve

Museu Municipal de Faro

19 e 26 maio (10-13h)

Museu Municipal de Loulé

 7 e 23 maio (17-20h)

Castelo de Loulé

 11 e 24 maio (17-20h)

 

Mais informação em: http://www.dge.mec.pt/formacao-continua