Ouro e Prata para a equipa Portuguesa na Olimpíada Ibero-Americana de Física

Ouro e Prata para a equipa Portuguesa na Olimpíada Ibero-Americana de Física

A equipa portuguesa que participou na Olimpíada Ibero-Americana de Física, que decorreu de forma remota entre 5 e 13 de dezembro, arrecadou uma medalha de ouro e três medalhas de prata, na melhor participação portuguesa de sempre no evento.

A medalha de ouro foi conquistada por Gabriel Alberto Mourão Almeida e as medalhas de prata por Gabriel do Carmo Rouxinol, Pedro Bezerra Roque da Costa e por Martim Pinto Paiva.

Os estudantes também participaram na Olimpíada Internacional Distribuída de Física, uma competição remota que teve lugar entre 7 e 15 de dezembro e que foi apoiada pelo secretariado da Olimpíada Internacional de Física. Neste evento a equipa portuguesa arrecadou 3 medalhas de bronze e uma menção honrosa. As medalhas de bronze foram conquistadas por Martim Pinto Paiva, Nuno Gabriel Carvalho Carneiro e por Gabriel Alberto Mourão Almeida, e a menção honrosa por Gabriel do Carmo Rouxinol.

A edição virtual da Olimpíada Ibero-Americana de Física foi organizada por uma equipa internacional e teve a participação de 69 estudantes matriculados no ensino secundário no ano letivo de 2019/2020 provenientes de 18 países do espaço ibero-americano. A Olimpíada Internacional Distribuída de Física foi organizada por uma equipa de professores russos, que criou as experiências e que as conseguiu enviar para os 37 países participantes a nível mundial. 

As Olimpíadas de Física são uma atividade promovida pela Sociedade Portuguesa de Física com o patrocínio do Ministério da Educação, da Agência Ciência Viva e da Fundação Calouste Gulbenkian.

Mais informações aqui

 

Fonte: Sociedade Portuguesa de Física