Está aqui

Critérios de apreciação, seleção e adoção dos manuais escolares para o ano letivo de 2018/2019

Critérios de apreciação, seleção e adoção dos manuais escolares para o ano letivo de 2018/2019

Disponibiliza-se um documento de trabalho a utilizar pelos docentes no momento da apreciação, seleção e adoção de manuais escolares, que poderá servir de apoio à informação a inserir no “Sistema de Informação de Manuais Escolares (SIME)/Módulo de Apreciação, Seleção e Adoção de Manuais Escolares”, de acesso restrito às Escolas.

Critérios de apreciação, seleção e adoção de manuais escolares

Na apreciação dos manuais escolares, a análise deve ser realizada de acordo com os critérios de apreciação constantes no Anexo 1, os quais diferem consoante se trate de manuais escolares certificados ou de manuais escolares não certificados, disponibilizado no "Sistema de Informação de Manuais Escolares/Módulo de Apreciação, Seleção e Adoção de Manuais Escolares":

Anexo 1 - manuais escolares certificados

Os docentes fazem uma apreciação das quatro componentes de análise globais. Para atribuir uma menção qualitativa a cada componente global deverão ser tidas em consideração as respetivas componentes específicas.

Consideram-se componentes de análise globais “Organização e Método”, “Informação e Comunicação”,"Caraterísticas Materiais" e "Adequação ao Projeto Educativo de Escola" , sendo estas subdivididas nas componentes de análise específicas discriminadas em cada um dos quatro itens.

1. Organização e Método

1.1. Apresenta uma organização coerente e funcional;

1.2. Apresenta uma organização adequada aos alunos;

1.3. Explicita etapas essenciais para a aquisição de conhecimentos e o desenvolvimento de capacidades;

1.4. Motiva para o conhecimento;

1.5. Contempla sugestões de atividades de carácter prático/experimental;

1.6. Estimula a autonomia e o sentido crítico.

2. Informação e Comunicação

2.1. Respeita as orientações constantes dos documentos curriculares e outras orientações gerais do Ministério da Educação;

2.2. Tendo em conta as orientações curriculares:

- Veicula conhecimento correto;

- Veicula conhecimento relevante;

2.3. Promove a educação para a cidadania, nomeadamente não apresentando discriminações de caráter cultural, étnico, racial, religioso e sexual, e respeitando o princípio da igualdade de género

2.4. Apresenta uma organização gráfica (¹) que facilita o seu uso;

2.5. Apresenta ilustrações (²) corretas, necessárias e adequadas aos conteúdos e às atividades propostas.

(¹) Carateres tipográficos, cores, destaques, espaços, títulos, subtítulos, etc.

(²) Fotografias, desenhos, gravuras, mapas, gráficos, esquemas, etc.

3. Caraterísticas Materiais

3.1. Apresenta robustez suficiente para resistir à normal utilização.

3.2. O formato, as dimensões e o peso do manual (ou de cada um dos seus volumes) são adequados ao nível etário do aluno.

3.3. Permite a reutilização.

4. Adequação ao Projeto Educativo de Escola

4.1. Adequa-se às características da comunidade escolar.

4.2. Revela-se adequado ao contexto educativo.

A análise de cada uma das componentes deve ser traduzida  numa menção qualitativa de Muito Bom, Bom, Suficiente ou Insuficiente.

 Anexo 1 - manuais escolares não certificados

Os docentes fazem uma apreciação de cada uma das componentes de análise específicas, atribuindo-lhes menções qualitativas. Com base nesta apreciação, os docentes atribuem uma menção qualitativa a cada uma das quatro componentes de análise globais.

Consideram-se componentes de análise globais “Organização e Método”, “Informação e Comunicação”, “Caraterísticas Materiais” e “Adequação ao Projeto Educativo de Escola”, sendo estas subdivididas nas componentes de análise específicas discriminadas em cada um dos quatro itens.

1. Organização e Método

1.1. Apresenta uma organização coerente e funcional;

1.2. Apresenta uma organização adequada aos alunos;

1.3. Explicita etapas essenciais para a aquisição de conhecimentos e o desenvolvimento de capacidades;

1.4. Motiva para o conhecimento;

1.5. Contempla sugestões de atividades de carácter prático/experimental;

1.6. Estimula a autonomia e o sentido crítico.

2. Informação e Comunicação

2.1. Respeita as orientações constantes dos documentos curriculares e outras orientações gerais do Ministério da Educação;

2.2. Tendo em conta as orientações curriculares:

- Veicula conhecimento correto;

- Veicula conhecimento relevante;

2.3. Promove a educação para a cidadania, nomeadamente não apresentando discriminações de caráter cultural, étnico, racial, religioso e sexual, e respeitando o princípio da igualdade de género;

2.4. Apresenta uma organização gráfica (¹) que facilita o seu uso;

2.5. Apresenta ilustrações (²) corretas, necessárias e adequadas aos conteúdos e às atividades propostas.

(¹) Carateres tipográficos, cores, destaques, espaços, títulos, subtítulos, etc.

(²) Fotografias, desenhos, gravuras, mapas, gráficos, esquemas, etc.

3. Caraterísticas Materiais

3.1. Apresenta robustez suficiente para resistir à normal utilização;

3.2. O formato, as dimensões e o peso do manual (ou de cada um dos seus volumes) são adequados ao nível etário do aluno;

3.3. Permite a reutilização.

4. Adequação ao Projeto Educativo de Escola

4.1. Adequa-se às características da comunidade escolar.

4.2. Revela-se adequado ao contexto educativo.

 

A análise de cada uma das componentes deve ser traduzida numa menção qualitativa de Muito Bom, Bom, Suficiente ou Insuficiente.