Está aqui

Medidas para o ano letivo 2010/2011 na área da Matemática

Medidas para o ano letivo 2010/2011 na área da Matemática

 1. Plano da Matemática II e generalização do Novo Programa de Matemática do Ensino Básico (NPMEB)

Mantém-se o Plano da Matemática II, incluindo o acompanhamento científico-pedagógico, a cargo dos professores acompanhantes, bem como a concessão de crédito horário, quando solicitado, de acordo com os critérios estabelecidos. Por outro lado, cessa a concessão de apoio financeiro aos projectos. Estes aspectos serão tidos em consideração na adenda aos contratos celebrados entre os agrupamentos de escolas ou escolas não agrupadas e a DGIDC.

Relativamente aos agrupamentos de escolas/ escolas não agrupadas que iniciaram o NPMEB no ano lectivo 2009/2010 (1.ª fase de generalização do programa), continuarão a usufruir de apoio e acompanhamento à gestão do programa, não havendo, no entanto, no próximo ano lectivo, lugar à redução de horário para funções de coordenação.

Cabe aos agrupamentos de escolas/ escolas não agrupadas a decisão de atribuir tempos da componente não lectiva aos professores que serão responsáveis pela coordenação do Novo Programa de Matemática para os 2.º, 4.º, 6.º e 8.º anos de escolaridade.

Reconhecendo a importância da existência de responsáveis pela coordenação do NPMEB, considera-se importante que o referido no parágrafo anterior seja alargado aos agrupamentos de escolas ou escolas não agrupadas que iniciarão a generalização no próximo ano lectivo.

Assim, no âmbito do PMII, os agrupamentos de escolas/ escolas não agrupadas deverão criar condições de forma a que o coordenador do Plano da Matemática II e o(s) professor(es) responsáveis pela coordenação da generalização do NPMEB participem nas reuniões de acompanhamento.

2. Experimentação do Novo Programa de Matemática do Ensino Básico no 3.º ciclo

O processo de experimentação do NPMEB nas turmas piloto dos 1.º e 2.º ciclos foi concluído no ano lectivo 2009/2010. No 3.º ciclo, a experimentação continuará no 9.º ano de escolaridade, com as 10 turmas envolvidas.

3. Programa de Formação Contínua de Matemática para professores dos 1.º e 2.º ciclos

Este programa vai manter-se, devendo os agrupamentos e escolas não agrupadas aguardar o contacto das Instituições de Ensino Superior para, posteriormente, efectuarem as inscrições dos professores neste Programa de Formação.