Está aqui

Plano de implementação do Novo Programa de Matemática

Plano de implementação do Novo Programa de Matemática

Algumas medidas do Plano de implementação:

1. A introdução do Novo Programa de Matemática do Ensino Básico decorre:

No ano letivo de 2008/2009 em 40 turmas piloto: 10 turmas do 1.º ano do 1.º Ciclo do Ensino Básico; 10 turmas do 3.º ano do 1.º Ciclo do Ensino Básico; 10 turmas do 5.º ano do 2.º Ciclo do Ensino Básico; e, 10 turmas do 7.º ano do 3.º Ciclo do Ensino Básico.

No ano letivo 2009/2010 inicia-se a generalização a todas as escolas.

2. Materiais de apoio ao Novo Programa de Matemática

 5 brochuras de apoio ao trabalho dos professores sobre: Números, Álgebra, Geometria, Organização e tratamento de dados e Capacidades transversais;

 Materiais destinados ao uso em sala de aula, com propostas de tarefas para os três ciclos do Ensino Básico;

Um Website que inclui materiais de apoio (textos, planos aula, tarefas, relatos de experiências em sala de aula, etc…) e um apoio on-line aos professores.

3. Dispositivo de apoio à implementação do Novo Programa de Matemática

No ano letivo 2009/10 nos Agrupamentos ou nas Escolas não agrupadas em que entrar em vigor o Novo Programa de Matemática do Ensino Básico, deverá ser criado um dispositivo de apoio com as seguintes características:

Cada Agrupamento terá uma equipa de coordenação dos Novos Programas constituída por três elementos, um de cada ciclo de escolaridade.

Existência entre 70 a 80 professores acompanhantes, seleccionados por concurso nacional. Este concurso será da responsabilidade da DGIDC com parecer do Grupo de Coordenação.

4. Formação no âmbito da implementação do Novo Programa de Matemática

Ano letivo 2008/09

Replicação, uma vez por semestre, da formação que decorre no âmbito do Novo Programa de Matemática para professores dos 2.º e 3.º Ciclos do Ensino Básico da responsabilidade da DGIDC. Estas ações, num total de 54, decorreram a nível nacional na modalidade de Oficina de Formação composta por 25 horas presenciais e 25 horas de trabalho autónomo.