Está aqui

Notícias Educação de Infância

Notícias Educação de Infância

  • I Edição do Prémio Ibero-americano de Inovação Educacional

A Organização dos Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI) e a Agência Espanhola de Cooperação Internacional (AECID) lançaram, em 20 de setembro de 2021, a I Edição do Prémio Ibero-americano de inovação educacional.

O prémio visa reconhecer o trabalho de centros educativos, organizações sem fins lucrativos e fundações e grupos de investigação das Universidades que tenham trabalhado em iniciativas que promovam a inovação, especialmente o uso de tecnologias de comunicação e informação na educação de infância, bem como em projetos e pesquisas relacionadas com a inclusão de populações vulneráveis.

Esta I Edição é composta por dois temas: competências digitais na educação de infância e inclusão.

O primeiro, com foco na inovação em competências digitais, terá como objetivo o reconhecimento de projetos ou pesquisas que, entre outros aspetos, incorporem ferramentas digitais no trabalho da educação infância em contexto educativo, bem como no seu uso criativo, crítico e seguro. Também poderão participar projetos relacionados com a formação de educadores de infância em competências digitais.

O segundo tema foca-se na inclusão e premiará projetos ou pesquisas relacionadas com a promoção da diversidade e com o trabalho com grupos vulneráveis, em risco de exclusão.

Poderão igualmente participar iniciativas que apliquem conhecimentos teóricos e práticos - apoiados ou não pelas TIC - em questões de paz e cidadania mundial com enfoque na justiça social, democracia, igualdade de género, imigração, valorização da identidade e diversidade cultural.

Os interessados poderão participar nesta edição, até 19 de janeiro de 2022, com iniciativas ou estudos que tenham sido lançados no decorrer do ano anterior ou que estejam em processo de implementação neste ano. Os projetos vencedores de cada tema serão reconhecidos com um prémio no valor de 3.000 € cada.

Poderão participar nesta edição os seguintes países: Andorra, Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, El Salvador, Equador, Espanha, Guatemala, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, Portugal, República Dominicana e Uruguai.

O júri é composto por especialistas da OEI e da AECID, por académicos e especialistas da área, que, em março de 2022, atribuirão o prémio à melhor iniciativa apresentada em cada um dos temas.

Os premiados participarão no evento de encerramento desta I Edição do Prémio Ibero-americano de Inovação Educacional, que será organizado pela OEI, em formato virtual, a realizar em abril de 2022.

Para informações adicionais e consultar documentação de suporte, poderá aceder ao link https://oei.int/oficinas/secretaria-general/noticias/la-oei-y-aecid-lanzan-un-premio-para-reconocer-la-innovacion-educativa-en-iberoamerica.

Os interessados podem enviar as suas propostas, através do formulário online, disponível  em  https://forms.office.com/pages/responsepage.aspx?id=RCDnxlDvVUG4M1R-c13Lgr4j9pSsIaBNl6SrxPK0vuNUNThFS1dSUElMOVFROUU2OVNBV1BLQVo1RiQlQCN0PWcu


  • Webinar: Early Childhood Education and Care (ECEC) in Europe: reinforcing the continuous professional development of ECEC staff

A Comissão Europeia vai realizar o Webinar Early Childhood Education and Care (ECEC) in Europe: reinforcing the continuous professional development of ECEC staff, segunda-feira, dia 13 de setembro, das 13:00 às 15:00: Early Childhood Education and Care (ECEC) in Europe: reinforcing the continuous professional development of ECEC staff.

O webinar Early Childhood Education and Care (ECEC) in Europe: reinforcing the continuous professional development of ECEC staff irá refletir sobre estratégias nacionais e locais e métodos de trabalho na Europa, para uma maior qualificação  do pessoal docente e não docente da Educação de Infância.

Este evento incluirá também apresentações de estratégias da França, Noruega, Itália e Suécia, bem como as conclusões do relatório da NESET 'Transforming European ECEC services and Primary schools into professional learning communities: Drivers, barriers and ways forward' e a apresentação Erasmus + KA3 projeto VALUE.

Os participantes poderão colocar questões durante o evento. 

O webinar estará disponível através do Facebook, Twitter, Linkedin, Information on Europa; Information in the SEG.

O resumo das conclusões do Grupo de Trabalho de Educação de Infância da Comissão Europeia está disponível aqui em todas as línguas da UE, juntamente com as conclusões de outros grupos de trabalho ET2020.


  • A Direção-Geral da Educação é parceira na Campanha Primeiros Anos a Nossa Prioridade

A Direção-Geral da Educação aderiu à campanha europeia Primeiros Anos a Nossa Prioridade, que pretende sensibilizar e influenciar a sociedade em geral e os decisores políticos europeus para a importância que têm os primeiros anos de vida das crianças, com enfoque nos primeiros 1000 dias.

A Campanha “Primeiros Anos a Nossa Prioridade” realiza-se no âmbito da ‘First Years First, campanha europeia de promoção de ‘Early Childhood Development Priority’, coliderada pela Eurochild e pela International Step by Step Association, em parceria com o Roma Education Fund e a a European Public Health Alliance. Envolve 9 países, nomeadamente: Portugal, Bulgária, Espanha, Finlândia, França, Hungria, Irlanda, Sérvia e Roménia.

Em Portugal, a Campanha é promovida pela Fundação Nossa Senhora do Bom Sucesso (FNSBS) e tem o Alto Patrocínio do Presidente da República. São vários os parceiros nacionais que aderiram a esta Campanha, como por exemplo, a Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção das Crianças e Jovens (CNPDPCJ), Instituto de Apoio à Criança (IAC), Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade (CNIS), União das Misericórdias Portuguesa s(UMP), UNICEF Portugal, Associação de Estabelecimentos do Ensino Particular e Cooperativo (AEEP), Associação de Profissionais de Educação de Infância (APEI), Fundação Brazelton/Gomes Pedro, Fundação do Gil, Fundação Aga Khan e Fundação Bissaya Barreto.

No âmbito desta Campanha, a Fundação Nossa Senhora do Bom Sucesso - FNSBS, promove o Encontro “Os Primeiros Anos Contam! e agora?”, que se irá realizar no dia 17 de setembro de 2021, no Auditório 2, da Fundação Calouste Gulbenkian.

Este Encontro pretende ser palco de partilha de conhecimento e experiências, gerador de propostas concretas para Portugal reforçar as medidas que reconheçam e valorizem a importância dos primeiros anos de vida como primordial na sustentabilidade da sociedade em geral.

O público interessado poderá fazer a sua inscrição aqui, com participação gratuita e aceder pela via digital.  

Programa do Encontro/Big Meeting 


  • Brochura Planear e avaliar na educação pré-escolar

No processo de implementação das Orientações Curriculares para a Educação Pré-Escolar (OCEPE), 2016, foi possível perceber a necessidade de elaborar materiais de apoio, entre os quais a conceção e publicação de brochuras. Pretende-se que estas brochuras assumam uma perspetiva holística e articulada do currículo e contribuam para o desenvolvimento profissional dos educadores de infância e para a melhoria da sua prática educativa. 

Conforme referem as OCEPE, cabe ao/à educador/a de infância a construção e a gestão do currículo, o que implica observar, registar e documentar o que vai sendo realizado como suporte para o planeamento e a avaliação.

Considerando a relevância deste processo e as dificuldades mais frequentemente sentidas na ação educativa, a Direção-Geral da Educação elaborou e disponibiliza a brochura Planear e avaliar na educação pré-escolar.


  • Brochura Participação e envolvimento das famílias - construção de parcerias em contextos de educação de infância

A implementação das Orientações Curriculares para a Educação Pré-Escolar, 2016, permitiu perceber a necessidade de elaborar materiais de apoio, entre os quais a conceção e publicação de brochuras. 

Pretende-se que estas brochuras assumam uma perspetiva holística e articulada do currículo e contribuam para o desenvolvimento profissional dos educadores de infância e para a melhoria da sua prática educativa. 

Reconhecendo-se a importância do envolvimento das famílias na educação dos seus filhos, é fundamental que, na educação pré-escolar, se promova a sua participação e se estabeleça uma estreita cooperação com os contextos familiares das crianças. 

É nesse sentido que a Direção-Geral da Educação elaborou e disponibiliza a brochura Participação e envolvimento das famílias - construção de parcerias em contextos de educação de infância.


  • I Encontro “Reflexões em Rede” - Boletim Informativo n.º 1 da Rede Ibero-americana de Administrações Públicas para a Primeira Infância - março 2021

Promovido pela Organização dos Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI), Portugal participou no I Encontro “Reflexões em Rede”, realizado online, em 3 de fevereiro de 2021.

Desde 2019, Portugal, através da Direção-Geral da Educação (DGE), faz parte da Rede Ibero-americana de Administrações Públicas para a Primeira Infância, da Organização dos Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI). 

A Rede Ibero-americana de Administrações Públicas para a primeira infância constitui um espaço de construção coletiva e de troca de experiências, para dar resposta às diversas necessidades dos países membros, no que diz respeito à educação de infância. 

Foi neste âmbito que Portugal foi convidado a participar, como palestrante, no I Encontro “Reflexões em Rede”, juntamente com a Colômbia, Espanha e Uruguai. Este encontro foi subordinado ao tema "Volta às aulas", onde Portugal apresentou a comunicação “O regresso das crianças à creche e ao jardim de infância”. 

Esta iniciativa teve como objetivo dar a conhecer, através da partilha da experiência de cada país convidado, como tem decorrido o processo de regresso das crianças dos 0 aos 6 anos à creche e ao jardim de infância, em contexto de pandemia, bem como promover uma reflexão conjunta para apoiar os países da Rede que futuramente têm este desafio.

Os países palestrantes foram também convidados a apresentar um resumo das suas comunicações, para integrar no Boletim Informativo n.º 1 da Rede Ibero-americana de Administrações Públicas para a Primeira Infância (março 2021- versão portuguesa e espanhola). A edição deste Boletim constitui uma oportunidade para dar visibilidade às medidas de apoio e acompanhamento no regresso das crianças aos seus contextos educativos, apresentadas no I Encontro “Reflexões em Rede”, tendo em vista a sua divulgação aos Estados Membros da OEI.


  • II Encontro “Reflexões em Rede” - Boletim Informativo n.º 2 da Rede Ibero-americana de Administrações Públicas para a Primeira Infância - junho 2021

Na sequência do I Encontro  “Reflexões em Rede”, realizado em 3 de fevereiro de 2021, a Organização dos Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI), promoveu o II Encontro, realizado a 29 de abril de 2021. Este Encontro incidiu sobre a temática do desenvolvimento sócio emocional na primeira infância, e contou com a participação do Chile, Perú e El Salvador, que partilharam as experiências dos seus países neste âmbito.

Neste contexto, foi editado o Boletim Informativo n.º 2, “Notícias da Primeira infância- Desenvolvimento sócio emocional na Primeira Infância”, da Rede Ibero-americana de Administrações Públicas para a Primeira Infância (junho 2021- versão portuguesa e espanhola), que tem como objetivo divulgar, junto dos Estados Membros da OEI, as comunicações dos países palestrantes no II Encontro. 

O Boletim constitui-se como um produto do trabalho da Rede e conta também com a participação do especialista mexicano Arturo Marinero Heredi. 


  • Revisão e atualização das Orientações Curriculares
    para a Educação Pré-Escolar (OCEPE)

Decorridos 18 anos após a publicação das OCEPE, e sendo este um documento de referência para a construção e gestão do currículo na educação pré-escolar, encontra-se em fase de desenvolvimento a sua revisão e atualização. Esta revisão, embora mantendo os princípios e fundamentos do atual documento, considera a evolução social e os mais recentes estudos nacionais e internacionais. A estrutura global foi reformulada, nomeadamente no que diz respeito às áreas de conteúdo, introduzindo aprendizagens a promover, exemplos práticos e sugestões de reflexão, de modo a tornar este documento mais operacional e facilitar a sua utilização por parte das educadoras e dos educadores.

Tendo em conta os resultados do Estudo de Avaliação das Orientações Curriculares e da qualidade na educação pré-escolar, promovido pela Direção-Geral da Educação e realizado pela Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto (disponível em http://www.dge.mec.pt/estudo-de-avaliacao-das-orientacoes-curriculares-e...) e da participação das educadoras e educadores na análise da proposta das novas OCEPE, haverá um capítulo mais detalhado relacionado com a intencionalidade educativa e o ciclo Observar, Planear e Avaliar.


  • Conceção de Orientações Pedagógicas para crianças dos 0-2 anos

Através da formalização de uma parceria entre o Ministério da Educação e Ciência e o Ministério da Solidariedade, Emprego e Segurança Social, foi criado um grupo de trabalho no sentido de proceder à conceção de orientações pedagógicas para crianças dos 0-2 anos de idade, numa linha de continuidade com as Orientações Curriculares para a Educação Pré-Escolar.